logo colégio maxi
Agende uma visita
Menu

Como lidar com a pré-adolescência dos filhos? Confira!

Alunos pré-adolescentes do Maxi

*Imagem tirada antes da pandemia do Covid-19

A pré-adolescência é um período turbulento tanto para os pais como para os próprios filhos que estão nessa fase. Sendo assim, é muito comum que os adultos fiquem um pouco perdidos quanto ao que fazer para educar os filhos na pré-adolescência.

Pensando nisso e com a finalidade de ajudar os pais a conquistarem um relacionamento muito mais saudável com seus filhos e a lidarem melhor com essa fase da puberdade, idade que começa a pré-adolescência, produzimos este conteúdo com dicas essenciais. Confira!

Quais são os desafios da pré-adolescência para os pais?

Antes de começarmos, você sabe com quantos anos a criança entra na pré-adolescência? A pré-adolescência se inicia aos 10 anos de idade, indo até os 13, e indica o fim da infância e o início de uma nova fase na vida do seu filho, que é marcada por dúvidas, sonhos, angústias e objetivos.

Adolescência é um termo latim que significa “amadurecer”, e é exatamente isso que seu filho, que está nessa fase, está fazendo. Ou seja: seu filho está crescendo. Sendo assim, a pré-adolescência traz mudanças físicas, emocionais e cognitivas. 

Porém, é um período em que a palavra "compreensão'' geralmente é esquecida, tanto pelos pais quanto pelos próprios adolescentes, por isso, é chamada, muitas vezes, de fase da rebeldia, resultando em uma dificuldade no relacionamento familiar.

Na pré-adolescência, o seu filho procurará uma identificação pessoal, seja em algum ídolo, seja em grupo de amigos ou nos dois, e a insubordinação e o questionamento de alguns valores podem vir à tona. Mas é justamente nessa fase que o seu filho mais precisará de sua atenção, compreensão e, principalmente, do seu direcionamento. 

Dicas práticas para os pais lidarem bem com filhos pré-adolescentes 

Em primeiro lugar, os pais devem lembrar que um dia já estiveram no lugar dos seus filhos, e devem lembrar de todas as dificuldades que passaram. Para facilitar o relacionamento e ajudar os filhos pré-adolescentes, separamos dicas importantes para os pais:

Converse bastante com seu filho pré-adolescente

Nessa fase, muitas dúvidas e pensamentos começam a surgir: sobre o próprio corpo, a aceitação dos amigos, se o modo como se veste ou fala é agradável e muitas outras dúvidas que surgem e não são externadas por vergonha.

Sendo assim, é importante que os pais procurem tomar a iniciativa de conversar com seu filho e procurar saber o que ele está pensando, quais são os questionamentos, os desejos e as vontades que ele tem. Muitas vezes, o filho tem mais vontade de conversar do que os próprios pais, e uma boa conversa pode clarear a mente do pré-adolescente para a tomada de decisões corretas, sabendo rejeitar convites indevidos.

Dedique tempo ao seu filho 

Observe seu filho com dedicação e cuidado, note os seus hábitos, os seus comportamentos, o modo e a maneira que está falando e com quem está falando no seu círculo de amizades. Muitas vezes, uma conversa não é o bastante para perceber o que está acontecendo, logo, procure estudar seu filho com carinho para, então, conversar sobre determinados comportamentos apresentados e que podem ser melhorados.

Passe um tempo com ele

A falta de convívio pode dificultar a relação de pais e filhos. Muitas vezes, os pais passam o dia inteiro fora e não têm tempo para saber como foi o dia do seu filho, como está o seu rendimento na escola ou, até mesmo, se ele precisa de alguma ajuda. Esse distanciamento dentro da própria casa pode dificultar essa fase da pré-adolescência. Mostre que você se importa com o seu filho, que você está preocupado com o que ele está sentindo e pensando.

Coloque limites

A responsabilidade é uma boa lição a ser aprendida na pré-adolescência. Converse com seu filho sobre as consequências de suas ações, sobre o que cada atitude pode trazer. Imponha limites a ele, ainda que, muitas vezes, isso cause um rosto zangado, por mais que seu filho não entenda sua atitude no momento.

Mostre a ele a importância de dizer “Não!”

Conselhos práticos são os melhores para os seus filhos. Assuntos como sexo e drogas podem causar certo constrangimento, mas são necessários. Converse direta e abertamente com os seus filhos, fale sobre os perigos, sobre os cuidados com as amizades e as conversas que ele deve ter. Não deixe de conversar com ele sobre qualquer assunto que venha trazer alguma dúvida, antecipe-se sobre todos os assuntos que causem interesse e curiosidade ao seu filho.

Evite interferir nos conflitos que seu filho passa

O adolescente precisa de apoio e proteção, sem dúvidas, porém é importante que os pais não interfiram sempre nos conflitos. Isto é, dentro dos limites da segurança física e psicológica, deve-se permitir que os filhos se defendam sozinhos, a fim de que adquiram autonomia. 

Lidar com uma briga com um colega de classe ou suportar uma zombaria proporciona ao pré-adolescente uma  oportunidade de crescer, ativando habilidades que, de outra forma, permaneceriam adormecidas. Em suma, os pais devem evitar ser muito protetores.  

Invista em um colégio de qualidade

Um colégio de qualidade promoverá o desenvolvimento integral do seu filho. Ou seja, além de ter uma educação sólida e estruturada academicamente, é essencial que o aluno desenvolva habilidades cognitivas importantes, como autonomia e protagonismo, e aprenda a lidar com conflitos. Para isso, é preciso investir em uma escola que disponha de projetos multidisciplinares, que estimulem essas habilidades. 

Sem dúvidas, isso trará mais autoconfiança para seu filho, que passará a lidar melhor com os conflitos da pré-adolescência e da vida estudantil.  

Acompanhe o desenvolvimento escolar do seu filho

Além do acompanhamento em casa, os pais devem avaliar o comportamento do seu filho no ambiente escolar. As notas baixas podem ser um indicativo de que algo não está indo muito bem. Uma boa conversa com os professores e a coordenação pedagógica sobre o desenvolvimento do seu filho em sala de aula é um bom sinal para ver como seu filho se comporta. Por mais óbvio que pareça, muitos pais não se preocupam em saber como os filhos estão no colégio, nem mesmo em olhar suas notas. 

Por isso, é importante escolher bem o colégio do seu filho, pois o acompanhamento em conjunto — pais, professores, gestores —  é a chave para o pleno desenvolvimento do aluno. 

Se quiser receber mais conteúdos importantes como este e ficar por dentro das principais notícias do mundo do estudante, assine nossa newsletter

Quero assinar a newsletter!

Postado porteamamaia

Postado em11 de junho de 2021


Palavras chave:

Leia mais

Ver todasclique para conhecer mais
receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades por e-mail

    entre em contato

    Entre em contato

    Entre em contato que nós iremos responder assim que possível.

      Copyright © | - Todos os Direitos Reservado por

      Termos de Uso|Politica de Privacidade
      Ligarclique para ligar