Blog

Colégio Maxi oferece vôlei e futsal para alunos

Atividades físicas regulares auxiliam na concentração, organização e na memória. É o que defende um estudo da Universidade do Texas, nos Estados Unidos. A prática também traz benefícios positivos para a saúde mental. Ciente disso, o Colégio Maxi passou a oferecer aulas de futsal e vôlei no contraturno, para alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. As aulas começaram em março deste ano.

Os pesquisadores defendem que quem se exercita tem melhor desempenho escolar. No estudo, realizado com 1.211 alunos de cinco escolas do Texas, com idades entre 10 e 15 anos, foram investigadas características como a autoconfiança, o nível socioeconômico, a frequência com que praticavam atividade física, o índice de massa corporal (IMC) e o rendimento escolar.

Segundo o professor de Educação Física do Maxi, Giuliano Cardovani, o esporte também é um meio de educação. “Aconselho a todos os pais que coloquem os filhos em uma atividade esportiva e, aos alunos, para que aproveitem essa oportunidade. Além de ser um lazer e melhorar a saúde, o esporte educa também porque incentiva a disciplina e o comprometimento”, ressalta.

O benefício para a saúde mental também é destacado pelo educador, que afirma ser apaixonado pelo esporte. “Para os alunos do Colégio Maxi, que são muito focados na questão das provas e do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), o estudo é muito puxado, então o esporte é um momento para eles distraírem um pouco, se divertirem, além dos benefícios para a saúde física”, destaca, acrescentando que chegou a jogar futsal na categoria Sub-20 e que incentiva os filhos a fazerem atividade esportiva desde pequenos.

Com a adesão de alunos às aulas, a ideia é participar de torneios e outras competições esportivas, tanto que já foi realizado um amistoso recentemente. O treinamento é feito de forma mista, mas para as disputas representando o colégio serão formados times femininos e masculinos de cada modalidade.

 

De olho nas competições

Os campeonatos também estão nos planos de Daniel Scolfaro, aluno do Maxi de 12 anos de idade e que pratica o futsal no contraturno. “Estou achando as aulas muito boas, tanto a parte do jogo como os aprendizados de passes, e espero que a gente vença todos os campeonatos que tiverem pela frente. O professor Giuliano ensina bastante, estou aprendendo a cada treino. Acho que facilita ter esse treino na escola, porque não precisa ir para uma escolinha fora, e ajuda a desestressar das matérias que estudamos”.

 

Também com 12 anos de idade, Helena Pitaluga preferiu praticar o vôlei, modalidade que já tinha começado a praticar em outro local e agora pode jogar no mesmo local em que estuda. “As aulas são bem legais, seria melhor se tivesse mais tempo ainda para treinar os fundamentos e fazer as partidas. Gosto muito de jogar, e ajuda a relaxar porque a rotina de estudos é puxada. Se tiver a chance, quero participar de competições”, frisa a jovem.

 

Horários das aulas

Por enquanto, as modalidades oferecidas no contraturno são o vôlei, cujas aulas ocorrem na segunda-feira, das 16h às 17h, e na sexta-feira, das 16h30 às 17h30 para alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental II; e o futsal, que ocorre na sexta-feira, das 14h30 às 16h30, para estudantes do 6º e do 7º ano do Fundamental II. O objetivo é ampliar, em breve, para 8º e 9º anos também, além de implementar novas modalidades, como basquete e handebol.

Pesquisar

Posts Populares

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades: