Blog

Colégio Maxi propõe show de criatividade e inovação no Festival Cultural de 2018

Você já pensou em uma maneira diferente de fazer o seu trabalho? De inovar? De criar algo inusitado? De ser uma mente brilhante? É exatamente essas questões que os alunos dos Ensinos Fundamental e Médio irão proporcionar para toda a comunidade escolar durante o Festival Cultural, que ocorrerá entre os dias 25 e 29 de junho, no Colégio Maxi.

O coordenador geral do Festival no Ensino Médio, o professor Ricardo Martins, afirma que com o tema “Mentes brilhantes, a arte de criar e inovar”, o evento visa estimular nos alunos a importância da capacidade de pensar, criar, inovar, além de praticar solidariedade, trabalho em equipe, sustentabilidade e o empreendedorismo.

“Neste ano, o FabLab entrou na grade curricular dos alunos, e será uma grande oportunidade para eles demonstrarem o que praticam dentro do laboratório. Esse é o momento de apresentar toda a criatividade e a capacidade de inovação desta geração”, afirma.

Ainda de acordo com o professor Ricardo, abordar este tema é incentivar a formação de indivíduos com as características que o mercado de trabalho vem buscando nos profissionais, que além de capacitadas, são pessoas que promovem sustentabilidade, solidariedade e trabalho em equipe.

O coordenador do Festival no Ensino Fundamental, o professor Saulo dos Santos, explica que as apresentações de teatro serão relacionadas com a evolução dos brinquedos e brincadeiras com a tecnologia, evolução da música e do vestuário através do tempo e a evolução do cinema.

 “Os alunos preparam as apresentações para relembrar as criações, invenções que marcaram a humanidade e são essenciais até hoje. As grandes descobertas da medicina, a história da moda, a aperfeiçoamento da engenharia, tudo isso tem a ver com mentes brilhantes e as suas capacidades de inovar e criar”, finaliza.

Além de apresentações de teatro, a programação do Festival inclui painéis, Ted Talks, que são pequenas palestras, produção e exibição de curta-metragem, mostra de experiências dos laboratórios FabLab e de biotecnologia, além de ações de solidariedade. Neste ano, serão beneficiadas duas instituições carentes, sendo uma de assistência ao idoso e outra de amparo à criança.

Fonte: Pau e Prosa Comunicação

Pesquisar

Posts Populares

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades: