Blog

Com projeto de empreendedorismo, estudante é empossada deputada mirim

FORMAÇÃO POLÍTICA 

Júlia Carvalho Martinho, de 14 anos, é aluna do Colégio Maxi e cumprirá um mandato de dois anos. Ela participará de sessões e irá para Brasília numa visita à Câmara Federal.

A aluna Júlia Carvalho Martinho, do Colégio Maxi, foi empossada deputada mirim na Assembleia Legislativa de Mato Grosso na tarde dessa segunda-feira (8). Com um projeto sobre empreendedorismo, ela se inscreveu para o Programa Parlamento Mirim Mato-Grossense. A estudante e outros 23 alunos da baixada cuiabana cumprirão o mandato de dois anos.

Segundo Júlia, de 14 anos, a inspiração surgiu quando viu pela cidade um outdoor sobre o programa. A partir de então, manifestou seu interesse à família e depois com professoras do colégio, que auxiliaram na construção da proposta.

“O meu projeto é implantar o empreendedorismo como disciplina nas escolas de Mato Grosso. É uma oportunidade para que os jovens possam desenvolver diversas ações”, explica estudante, que está no 9º ano do Ensino Fundamental.

A coordenadora Giseli Barros, que acompanhou o desenvolvimento do projeto, diz que Julia é muito engajada, envolvida com a escola e com a comunidade. “Quando ela falou que queria participar, sabíamos que seria selecionada, pois é uma aluna completa, tem muito proatividade. Com certeza vai muito longe ainda”.

De acordo com a última pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), de cada dez brasileiros adultos, quatro já têm uma empresa ou estão envolvidos com a criação de uma. “O tema foi escolhido por ela, nós gostamos muito e ajudamos. É um orgulho ter colaborado. Um orgulho para o Colégio Maxi”, ressalta Gisele.

Julia é a terceira aluna do Colégio Maxi a ser empossada como deputada mirim – os outros foram Laura Ruvieri e Lucas Camacho. Sua mãe, a engenheira eletricista Valquíria Ribeiro de Carvalho Martinho, não esconde o orgulho da família. “O trabalho foi coletivo, demos o apoio necessário e o projeto dela foi selecionado entre mais de 100. Júlia tem características peculiares e positivas. Eu, como mãe, estou muito feliz e orgulhosa”, comemora.

O programa Parlamento Mirim acolhe crianças e adolescentes de 12 a 16 anos, que estejam cursando do 6º ao 9ª ano do Ensino Fundamental. Na cerimônia de posse, os deputados mirins proferiram um compromisso, que prevê buscar “promover o bem geral do Estado de Mato Grosso”. Está previsto também durante o mandato uma viagem até a Câmara Federal.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (PSB), destacou que o programa ira “possibilitar aos alunos a vivência do processo democrático, por meio de uma jornada parlamentar na Casa de Leis”.

 

Fonte: Pau e Prosa Comunicação / Hernandes Cruz

Pesquisar

Posts Populares

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades: