Blog

Estudantes participam de roda de conversa sobre política e democracia

Criada para ser um ambiente de amplo e constante debate, a escola é um mecanismo importantíssimo para gerar informação, principalmente neste ano eleitoral. Pensando nessas temáticas, o Colégio Maxi realizou na última segunda-feira (24), uma roda de conversa para discutir política e democracia com os alunos do Ensino Médio e Extensivo.

A roda de conversa foi mediada pelo professor Roger, de Geografia e Atualidades, com a participação especial do professor José Henrique Bortoluci, mestre e doutor em Sociologia pela University of Michigan, mestre em História Social e bacharel em Relações Internacionais pela USP.

“Os alunos gostam muito de falar sobre política, então nós percebemos a necessidade de abrir esse espaço de conversa, principalmente para proporcionar aos alunos um momento de reflexão, de conhecimento sobre esse assunto tão importante”, comenta Roger.

O professor José Henrique afirma que essa é uma das experiências mais enriquecedoras de sua vida, por conseguir discutir política com os jovens. “Nós precisamos abrir espaços para discussão, porque uma vez que eles são proporcionados, é impressionante como os jovens aderem. Eles são sedentos de informação e nós devemos cumprir o nosso papel, para contribuir com a sociedade”, comenta.

Maria Regina é do 1º F, tem 16 anos e conta que o seu principal desafio este ano é conseguir escolher o seu candidato. “Eu sinto uma pressão para decidir e escolher entre os candidatos que falam para gente. Então estou analisando, vendo as propostas para conseguir decidir. Eu estou em busca de candidatos que busquem melhorar a saúde e a educação”, revela.

Ednei, de 18 anos, está no extensivo e afirma que o seu critério de definição de candidato escolhe por pessoas que olham para questões sociais e econômicas. “Não adianta nada propor saúde e educação melhores, se a economia não estiver boa, porque aí não garante serviços dignos a população. Os candidatos precisam sair dessa visão mais elitista e olhar para as questões sociais”, afirma.

O diretor geral do Maxi, Carlos Roberto Leão, afirma que discutir política é uma condição atual, que é necessário falar sem partidarismos, sem paixões, para não anestesiar a reflexão de ideias. “A escola é um espaço ideal para discussão de ideias. Portanto, é importante que ela abra um momento como esse, de debate, mediado por uma pessoa que tem condições de tratar de um assunto, que muitas vezes é polarizado pelas paixões partidárias, que traga uma reflexão, que dê uma consciência maior”, avalia.

A diretora de orientação educacional do Colégio Maxi, Jaqueline de Vecchi, confirma que esse é um assunto que não pode passar batido. “É necessário falar de política, porque, se seguem pensando que não há mais nada o que fazer, permanecem omissos. Nosso objetivo foi mobilizá-los para um assunto tão importante e que diz respeito ao nosso futuro e principalmente, ao futuro deles, e mostrar o quanto eles são importantes nesse processo”, finaliza.

Fonte: Pau e Prosa Comunicação

Fotos: Pedro Ivo

Pesquisar

Posts Populares

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades: