Blog

Muita emoção no encerramento do Maxi-Múndi 2022, do Colégio Maxi

Fortes emoções dominaram a cerimônia de encerramento da edição 2022 do programa Maxi-Múndi, do Colégio Maxi, realizada na noite de sábado (3 de setembro). Após dois dias de simulação, antecedidos por reuniões e treinamentos, os participantes deixaram bem claro quão intensos foram os trabalhos em seus discursos, boa parte deles acompanhados de choro e depoimentos marcantes. Mais uma vez a atividade, que proporciona aos estudantes a oportunidade de se colocarem nas posições de figuras-chave de órgãos de âmbito nacional e internacional, superou as mais otimistas expectativas.

Surpreendeu inclusive quem está habituado a acompanhar programas com o mesmo formato em várias partes do país, como Fernando Bezerra, coordenador do Instituto Bicho da Terra. Ele lembrou do lançamento da semente, em 2018, e enalteceu a dimensão que ganhou ao longo dos anos, com “frutos maravilhosos” sendo colhidos a cada nova edição. “Vocês discutiram temas transversais, temas difíceis para muitos e que foram rapidamente conquistando cada um. Acho que é um legado muito grande que a gente deixa para essas escolas. O Maxi-Múndi é e sempre será uma das melhores simulações globais para o ensino secundário, o ensino médio. Parabéns a todos vocês”.

E, mais ainda, quem viu pela primeira vez, como o diretor pedagógico do Colégio Maxi, Paulo Rogério e Silva. “Nunca participei de um evento tão vibrante, tão potente como este. Estou maravilhado com essa atmosfera, com esse clima. Vocês estão de parabéns”, elogiou. “Quero dizer também que o nosso propósito é justamente esse, promover momentos como estes para que vocês possam desenvolver as habilidades, os valores que precisam ser trabalhados nessa fase. Com certeza esse aprendizado foi efetivo nesse evento, nessa simulação. Superou todas as expectativas”, acrescentou.

Paulo Rogério também agradeceu a todos os envolvidos na realização e, em especial, aos secretários Júlia Martinho (Geral), Theodoro Capeletti (Logística) e Eduardo Brum (Administrativo). Ex-alunos que, mesmo com todas os afazeres da vida universitária, doaram tempo e grande dedicação para que fosse possível realizar mais um grande Maxi-Múndi. “É emocionante a gente ver o desenvolvimento de todos os alunos desde o Ensino Fundamental, que passaram conosco pelo Ensino Médio e hoje estão em faculdades e voltam aqui para ajudar”, reforçou Lilian Rodrigues, coordenadora do Ensino Fundamental.

Ensinamentos para a vida

Para os participantes são momentos enriquecedores nos mais variados aspectos. Teodoro Capeletti, que é estudante de Medicina da Unic, ressaltou a capacidade de superação dos estudantes. “Esta edição foi espetacular”, elogiou ele, lembrando que este ano o Maxi-Múndi foi presencial – em 2021 teve que ser híbrido por conta da pandemia. O empenho, portanto, teve que ainda maior, exigindo muito mais dos secretários, destacou. Mas no final das contas todos conseguiram dar o seu melhor. “A gente teve muito mais engajamento. Deu tudo certo, conseguimos trazer um evento no padrão que a gente queria”, festejou.

“É uma experiência inesquecível. Você aprende novas habilidades dentro da simulação: oratória, discurso, entrosamento, acordos. É algo marcante na vida, principalmente para aquelas pessoas que pensam em atuar, por exemplo, em áreas como do Direito, de Humanas. Realmente é algo muito bacana, vale a pena fazer”, salientou o aluno Diego Feguri, que foi premiado como Melhor Delegado do Comitê do Banco Mundial e em sua primeira vez fez parte do Comitê da Câmara dos Deputados.

Gabriela Matuk, do 2º ano do Ensino Médio, premiada como Melhor Jornalista do Comitê de Imprensa, repetiu o feito do ano passado e assim reafirmou sua vocação para o Jornalismo. “Foi um momento em que eu realmente entendi que era isso que eu queria fazer, que eu realmente estava no caminho certo. Foi um momento de realização, de saber que eu estava pronta para isso. E este ano não foi diferente”, revelou a estudante que é bailarina, gosta muito de cinema e literatura, e pensa em se dedicar à cobertura na área da cultura, ou então esporte.

O que é o Maxi-Múndi

Criado como uma forma de engajar os alunos em atualidades e questões que afetam o país e o mundo, além de promover o desenvolvimento de habilidades como o trabalho em equipe, a oratória e a argumentação, o programa Maxi-Múndi é uma simulação das relações internacionais e organismos nacionais. Realizado em dias específicos, dentro do Colégio Maxi, ele conta com a participação de alunos do 9º do Fundamental e do Ensino Médio que atuam como “delegados”, divididos em comitês. Esses grupos são responsáveis por formular soluções para problemas que sejam viáveis para aplicação no futuro.

Na edição 2022, o Maxi-Múndi contou com um total de 140 inscritos, divididos entre os comitês: Imprensa, Câmara dos Deputados, Security Council, Crise Histórica Contemporânea: Ad-Hoc, União Europeia, Mercado Comum do Sul (Mercosul) e Banco Mundial.

Confira abaixo os premiados no Maxi-Múndi 2022:

 

Lara Furtado Queiroz – Melhor Delegado – Crise Histórica

Emilly Vittoria da Silva Sovette – Delegado Destaque – Crise Histórica

Isabela Leticia Kunzler Slapak – Menção Honrosa – Crise Histórica

Guilherme Hortêncio de Lucena Ribeiro – Melhor Documento de Posição Oficial – Crise Histórica

Diego Feguri – Melhor Delegado – Banco Mundial

Marcella Abreu – Delegado Destaque – Banco Mundial

Leonardo Correa Ramos Martins de Oliveira – Menção Honrosa – Banco Mundial

Maria Fernanda de Oliveira Alves de Farias – Melhor Documento de Posição Oficial – Banco Mundial

Íris de Lucca – Melhor Delegado – Mercosul & União Europeia

Pedro Almeida – Delegado Destaque – Mercosul & União Europeia

Gustavo Capistrano – Menção Honrosa – Mercosul & União Europeia

Marco Antônio – Menção Honrosa – Mercosul & União Europeia

Clara Barbosa – Melhor Documento – Mercosul & União Europeia

Lina Omais – Best Delegate – United Nations Security Council

Guilherme Pilz – Outstanding Delegate – United Nations Security Council

Ingrid Lemos – Honorable Mention – United Nations Security Council

Bianca Cassol – Best Position Paper – United Nations Security Council

Gabriela Feitosa – Melhor Deputado – Câmara dos Deputados

Júlia Fonseca – Deputado Destaque – Câmara dos Deputados

Maria Eduarda Leteri Nascimento – Menção Honrosa – Câmara dos Deputados

Sarah Maia Simões – Melhor Projeto de Lei – Câmara dos Deputados

Gabriela Matuk – Melhor Jornalista – Imprensa

Luana Nakao – Melhor Matéria – Imprensa

Renata Duarte – Melhor Cobertura – Imprensa

Júlia Mello – Melhor Espírito de Equipe – Imprensa

 

Professores homenageados no Maxi-Múndi 2022:

 

Ricardo Matias Martins – Geografia

Maria O Healy Hunter – Inglês

Johnny Marcus Ribeiro – Inglês

Edilene De Souza Fernandes – Redação e Língua Portuguesa

Anderson Souza Lourenco – Geografia

Katia Eliana Lodi Hartmann – História e Filosofia

Manoel Victor Peres Araujo – Geografia

Pesquisar

Posts Populares

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades: